quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

Bianca Feijó

O.B.R.I.G.A.D.A


Obrigada por me incentivar a escrever, por perceber em mim um talento que minha autocrítica jamais permitiria que desenvolvesse.

Obrigada por insistir para que eu conhecesse cidades turísticas, do contrário eu ficaria para sempre fugindo desses lugares turísticos e me considerando muito esperta, e com isso teria deixado de conhecer a cidade mais encantadora que meus olhos já viram.

Obrigada por não desistir de mim, obrigada por persistir para que eu deixasse de ser adolescente e aceitasse uma vida a dois, uma serenidade que eu não suspeitava que existisse. Eu não sabia que o amava tanto e que havia lhe dado boas pistas sobre isso, como é que você soube antes de mim? Obrigada por não estar comigo, por pedir que eu fosse seguir minha vida, por confiar de que seriamos melhores amigos do que amantes, eu acreditava que você me fazia bem, mas nada me faz mais bem do que esta liberdade para qual você me apresentou.

Obrigada por insistir... por me ensinar coisas que antes eu não sabia...

Obrigada por ter vindo até aqui e perder um pouco do seu tempo lendo este texto.

Só mesmo agradecendo àqueles que perdem um pouco de energia conosco.

7 comentários:

André Ferrer disse...

Olá colega! Excelente texto! Fala do desprendimento, esse fantasma neurastênico que, nas outras pessoas (quando a nós dirigido), às vezes parece piedade, outras amor. É bem confuso mesmo! Excelente! Aguardo mais textos, como leitor e colega de escrita!

CARLOS ZÜRCK CRUZ disse...

COMO SE NÃO FOSSE O BASTANTE EMOCIONAR TODO MUNDO COM ESSE TEXTO FANTÁSTICO, ELA É LINDA!!!!!!!
PARABÉNS E SUCESSO!

André Ferrer disse...

Pois é professor: misturinha imbatível! Estou feliz por tê-lo conosco!

Simone Santana disse...

De nada, Bianca. Muito lindo esse recado. Foi um prazer lê-lo. Todo leitor é uma amante de nossos textos, e eles não nos cobram nada, apenas nos transformam.

Beijo!!!

Carmen Bentes disse...

Bianca seu texto é lindo e me para mim ecoa como uma prece de liberdade e auto conhecimento. Parabéns!

Bianca Feijó disse...

Olá,André,Carlos,Carmen e Simone...passando por aqui para mais um obrigada por seus comentários deixados...
Obrigada pode soar tão pouco,mas adorei os comentários postados.
Sempre estou por aqui!

Beijos!

Fábio Félix disse...

Ter quem "perca energia" conosco é mais valioso do que geralmente reconhecemos. Dar valor a essas pessoas também é mais importante do que reconheceremos, senão com o tempo.